Páscoa, um tributo à liberdade!

Já leu algo sobre a Páscoa estar relacionada com a liberdade? Agora lerá.

Nossa Páscoa pode ter perdido um pouco de seus moldes iniciais, mas ela deriva da Páscoa Judaica, que era celebrada por essa mesma época para comemorar a libertação do povo judeu da escravidão imposta pelo Egito. Depois de Cristo, como ele morreu durante a comemoração da Páscoa, a festa acabou ganhando uma nova perspectiva: A libertação da humanidade da escravidão imposta pelo pecado, pois uma pessoa já havia sido condenada pelos erros de todos. Trocando em miúdos, o culpado que estava preso esperando pela sentença de morte, acaba de ganhar a liberdade porque alguém decidiu cumprir a sentença no lugar dele.

Liberdade

Te convido a refletir além da religião: O quanto você tem celebrado a sua liberdade? O quanto se sente realmente livre para ser quem você quer ser? O quanto a opinião dos outros tem influência em sua amplitude de atuação?

Se ainda não se sente totalmente livre, use esses dias de Páscoa e pense nisso! Lembre do que tem te mantido preso, travado, e pense no que pode fazer para mudar isso. Você tem a chave que abre a porta da sua vida, da sua felicidade, da sua liberdade.

E, ainda assim, use esses dias para ser grato pelos momentos de liberdade que tem experimentado! Você tem a centelha, a atitude e os exemplos vitoriosos em sua própria vida. Relembre-os! Sinta a liberdade de aproveitar sua autonomia e tenha um excelente feriado.

Feliz Páscoa!

Featured Posts
Últimos Posts