Quem é você?

Se você se perguntasse: "Quem sou eu?", o que responderia? Não vale responder seu nome, heim!

Reflita sobre essa resposta por alguns momentos. Quem é você? Você tem a plena consciência de quem você realmente é? Ou será que você é alguém que ainda caminha em direção a quem quer se tornar? Independente da sua resposta, tenho certeza que as dicas abaixo irão te ajudar a decidir melhor.

Se você respondeu "eu sou uma pessoa ansiosa", "sou exigente", "sou incompreendido" ou até mesmo se identificou com alguma doença como "sou um hipertenso", "um diabético", ou "um gordo", repense.

Uma pessoa não deve ser classificada por apenas uma parte de um todo. Uma pessoa é composta de muitas partes. Você não é sua doença, ou sua maior capacidade. Você não é sua cultura, nem sua religião. VOCÊ É TUDO ISSO!

"Você é o universo que te compõe!"

Todas as áreas da sua vida se unem quando se trata de descrever você mesmo. Faça uma lista de tudo o que influenciou, fez parte ou faz parte de quem você é hoje. Sua família, seus amigos, seus conhecimentos, professores, escola, faculdade, seu emprego, sua saúde, sua cultura, sua consciência... e por aí vai. Essa lista beira ao infinito. Você é tudo isso, não tem como te separar do que te compõe.

Uma área fragilizada pode desestabilizar as outras se não tomarmos consciência. Quantas vezes não achamos que nossa vida acabou porque perdemos a saúde, ou um amigo, ou alguém da família? Mas da mesma forma todas as outras áreas podem fortalecer uma que está ruim! Se a nossa saúde estiver em baixa, todas as outras áreas ainda fazem parte de quem somos e podemos acioná-las para cobrirem o déficit da área afetada. Se ficou doente, ainda tem sua família, amigos, seus conhecimentos, religião, consciência... Você ainda está completo e continua sendo você mesmo, apenas existe uma parte que necessita de atenção.

Aprender a conhecer a si mesmo é o primeiro passo para a plenitude. Perceba as áreas em que está bem, seja grato. Adote uma rotina de gratidão. Boa semana!

Featured Posts
Últimos Posts
Arquivo
Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
Werner Hille
Porque terapia não precisa ser um saco.

​© 2020 Hille Terapia

Todos os direitos reservados